Igreja de Santo António e Igreja de São Francisco – Visita guiada

Este slideshow necessita de JavaScript.

Igreja do Convento de Santo António, Misericórdia – Obra da Figueira

A  Igreja de Santo António ou Capela da Misericórdia corresponde ao templo do convento franciscano fundado em 1527 e que foi importante centro de fé e devoção caritativa na região.

Nacionalizado o convento após a extinção das ordens religiosas, em 1834, o edifício sobreviveu com novas funções civis, tendo a Igreja sido sempre reservada à oração. No coro é ainda possível apreciar um cadeiral do séc. XVIII, único no mundo, que em 13 painéis de madeira pintada conta a história da vida de Santo António, o mais genuíno Santo português.

 

Igreja de São Francisco, Ordem Franciscana Secular da Figueira da Foz

Este slideshow necessita de JavaScript.

Erigida no início do séc. XIX, a Igreja de São Francisco, ou “da Ordem Terceira”, conserva um rico património próprio, para muitas pessoas ainda desconhecido. 

Simples na sua nave única, é adornada por azulejos da fábrica “Viúva Lamego” e imagens particularmente marcantes de S. Francisco de Assis, Santo António, Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora da Conceição que, embora de factura recente, lhe acentuam a nobreza barroca.

A visita desenvolve-se pelo corpo principal da Igreja, sendo possível ainda conhecer o alto-coro, que conserva o primeiro órgão de tubos que a cidade acolheu. Ainda no piso superior, é possível visitar a primitiva “Casa do Capítulo”,  com painéis de temática religiosa, e o interessante núcleo de arte sacra da Ordem Franciscana Secular onde pontuam as imagens da Procissão das Cinzas (séc. XIX).

 

Horários de visita: Sábados, 10.00 horas e Domingos, 15.00 horas

Custo: 8 Euros / pessoa; 7 Euros / maiores de 65 anos

crianças até 12 anos: entrada gratuita

Duração: 120 minutos 

Por motivos de segurança, esta visita é limitada a 6 pessoas. Oferta de máscara descartável, de uso obrigatório durante a visita.

Visitas apenas por marcação prévia, através dos nossos contactos

 

Dizia o bem-aventurado Francisco: “O Senhor não quis que aos frades fosse dada qualquer outra igreja, nem que os primeiros frades construíssem ou possuíssem outra, porque esta é como que uma profecia cumprida com a chegada dos frades menores”. Legenda Perusina, A Porciúncula Espelho da Ordem, 16.